Bill e Tom Kaulitz com seu pai Jörg Wieger
“Eu já não reconheço mais Bill e Tom”:
Isso preocupa de mais o pai Jörg (44, motorista).

GÊMEOS INSENSÍVEIS:

Tokio Hotel querem calar seu pai
com 6.000 euros!

…e ele também terá que renunciar sua herança!

Com o “Tokio Hotel”, os gêmeos Bill e Tom Kaulitz (22) ganharam milhões. Mas seu próprio pai, o qual nunca tinha sido um problema até então, de repente virou motivo de querer calá-lo com 6.000 euros…

A quantia é enviada da América pelos gêmeos para seu pai, Jörg (44). Excepcionalmente, esta carta é fria…

Este convite de seus famosos filhos, induz seu pai a nunca falar sobre seu passado. Embora ele nunca tenha feito isso, e nem pretenda fazê-lo.

Eles ofereceram 6.000 euros pelo seu silêncio. Mas em troca, ele também deveria renunciar parte de sua herança. Os formulários adequados estavam disponíveis na carta.

O QUÊ?

“Quando li a carta, uma parte de mim morreu. Eles falam de mim como se eu fosse um estranho. Eu não merecia isso”, diz Jörg. Ele e a mãe Kaulitz se divorciaram quando os gêmeos haviam sete anos.

A carta (disponibilizada para BILD) começa com “Caro Jörg” e é assinada por seus dois filhos.

Eles escrevem: “Aqui você tem um acordo em que regula a comunicação de nossas vidas privadas. Além disso, a proposta anexa para você, um pagamento de 6.000 euros, assim como o dever da renúncia.”

E continuam: “Você assina e leva ao seu notário. Uma vez que os documentos estão conosco, nós iremos daqui, entrar em um acordo de pagamento/renúncia com o consulado.”

Porque esta carta, essa carta sem coração?

“Eu não sei por que meus filhos querem me deserdar. Eu sempre paguei as pensões, e nunca exigi o dinheiro de Bill e Tom. Além disso, no futuro, eu não irei querer nenhum tostão deles.”

O advogado Matthias Meier (50) de Dortmund diz: “O pai, Jörg, é como qualquer outro membro da família de primeiro grau, isso é parte de uma obrigação jurídica, e é provável que Bill e Tom Kaulitz mudem completamente as diferenças desta proposta de uma dimensão de 6.000 euros.”

O pai Jörg ficou surpreso com a carta de seus filhos: “Por que meus meninos aos 22 anos querem seu testamento?” diz ele. “Nessa idade você não acha que a morte é algo normal. Além disso, agora estou mais preocupado.”

Fonte.
Texto traduzido por Jacqueline. Se copiar, dê os devidos créditos ao THBR e à tradutora.

Deixe um comentário