Köln – Um herói célebre – ou comida para leões. Este é o princípio do show “Deutschland sucht den Superstar”. No sábado, o show começa com muitas novidades para o décimo ano.

Revisões gerais e frescas ergueram o concurso de talentos “Deutschland sucht den Superstar” que começa neste sábado ( 05 de janeiro às 20:15h).

Dez anos atrás, aconteceu a primeira busca por um astro. Em 2013, até estrelas sentam-se no júri. Além do jurado superior Dieter Bohlen (58), formou-se um lugar para os gêmeos de 23 anos dos Tokio Hotel, Bill e Tom Kaulitz. E Mateo (35), o vocalista do grupo pop Culcha Candela, também irá avaliar candidatos este ano.

Após a demissão do apresentador Marco Schreyl (38), o ano de 2013 leva Nazan Eckes (36), até o show da RTL. Ela é apoiada pelo co-anfitrião Raúl Richter (25), que é um ator da famosa série “Good Times, Bad Times”. Ele quer apostar no futuro. Até mesmo no atual “DSDS” a RTL vai perder o jeito de olhar um jovem para obter melhores chances.

Na nona rodada, Luca Hänni (18) da Suíça, ganhou com o doce sentimentalismo “Não pensem em mim”. No entanto, o pedreiro foi separado de seus compositores, e agora ele deve fornecer algo para os leões visualizarem, Dieter Bohlen. A RTL está novamente dominando a cena. As chances não eram muito boas no passado. Portanto, o canal privado de Köln começa com a limpeza de primavera já no meio do inverno.

Um total de 32.078 candidatos concorreram nesta temporada. Os piores candidatos são sempre vistos nos pequenos trechos de fundição que a RTL vai mostrar em sete episódios. Para marcar o aniversário, haverá uma reunião com alguns dos ex-candidatos. Entre eles, está inclusos os “verificadores” Thomas Karaoglan, Pietro Lombardi e Sarah Engels. Eles estavam todos de uma vez, em um curto período na equipe de Dieter Bohlen. Para a décima temporada de “Deutschland sucht den Superstar” o executivo sênior diz: “É minha vida e isso me deixa louco, divertido, me traz de volta o brilho nos olhos”.

Os 36 melhores cantores vão para o recall nas Antilhas Holandesas, para depois irem para Curaçao e argumentarem na areia. E ainda assim, para cantarem no paraíso. No final, apenas 20 candidatos permanecem. Esta é a hora de usar um novo recurso: Desta vez, o júri do DSDS seleciona oito participantes concretos para fazerem um show ao vivo. Outros seis candidatos têm de enfrentar o voto do público. Quem fez isso fora destes talentos do Top 10, a RTL quer o talento – e o público – revelado apenas no início dos shows ao vivo. Nas finais,  no início do verão de 2013, eles não estarão cantando apenas por um contrato, mas também por meio milhão de euros.

Isso foi há dez anos, além do show principal em 2003. A Alemanha foi infectada por uma forte escalação seguida de muitos shows. Mas quando se trata de música, o “Deutschland sucht den Superstar” não costuma prolongar-se.

Fonte.
Texto traduzido por Lu. Se copiar, dê os devidos créditos ao THBR e à tradutora.

Deixe um comentário